A imprudência, o desrespeito às leis e ao próximo são formas de violência no trânsito. Tão presente nas cidades e nas estradas de todo o país, essas atitudes se manifestam com motoristas embriagados, uso de celulares ao volante, ultrapassagens perigosas, excesso de velocidade e outras diferentes formas.

excesso de velocidade

Cerca de 1,2 milhão de pessoas morrem todos os anos devido ao trânsito em todo o mundo, outras 40 milhões ficam feridas. Na América, o Brasil é o quarto país com mais mortes que são resultados dessas imprudências.

A irresponsabilidade e a quase ausência de medo de acidentes podem explicar os casos de excesso de velocidade, por exemplo: acidentes de trânsito são os maiores responsáveis por mortes na faixa de 15 a 29 anos e, o terceiro, na faixa de 30 a 44 anos.

A equipe do Violência Social fez um post completo para que você entenda os impactos do excesso de velocidade e da violência no trânsito.

> Os acidentes causados pela imprudência no trânsito;

> Multas e penalidades para quem dirige com excesso de velocidade;

> Dicas importantes para um trânsito mais seguro.

 

Imprudência no trânsito

Um motorista trafegava em alta velocidade durante a madrugada em uma avenida de Santos, no litoral de São Paulo, quando perdeu o controle sobre o carro e capotou. O veículo ficou quase completamente destruído e o motorista sobreviveu sem grandes danos. Ele admitiu que dirigia em excesso de velocidade.

A sobrevivência do condutor do veículo é um final feliz para uma história que, normalmente, tem tudo para dar errado. Os finais de semana e feriados, especialmente durante a noite e pela madrugada, são os momentos mais críticos para essas situações.

Jovens aliam excesso de velocidade e, muitas vezes, bebidas alcoólicas e o resultado disso é o grande reflexo da imprudência na direção.

Em setembro, durante o feriado de Independência, somente no estado do Paraná, foram oito mortes nas estradas federais do estado. A maioria delas causadas pelas altas velocidades e pelo descaso dos motoristas.

excesso de velocidade

Devido ao limite de velocidade mais alto nas estradas, risco e gravidade dos acidentes são ainda maiores

 

Excesso de velocidade: multas e penalizações

Durante esse feriado, nas mesmas estradas paranaenses, foram 73 flagrantes de motoristas bêbados, mais de 500 ultrapassagens em locais proibidos e mais de 9 mil casos de excesso de velocidade.

Quem comete essa infração, não fica impune. Cerca de 70% dos motoristas de São Paulo respeitam as leis de trânsito e não receberam uma única multa em 2017. O problema está justamente nos outros 30%.

Segundo a Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes, juntos, eles são responsáveis por todas as multas na capital paulista. Os números são tão impressionantes que as penalidades por excesso de velocidade ultrapassam a marca de 5,5 milhões somente no ano passado.

De acordo com dados fornecidos pela Prefeitura de quatro cidades do ABC Paulista (Santo André, São Bernardo, Mauá e Ribeirão Pires), a região registra 30 multas por hora somente de motoristas que ultrapassam os limites para trafegar.

O excesso de velocidade representa mais de 30% das infrações de trânsito registradas no ABC. Entre janeiro e junho deste ano, a soma de arrecadação das prefeituras de Santo André, São Bernardo e Ribeirão Pires chegou a R$ 52 milhões provenientes das multas.

excesso de velocidade

Radares e câmeras são os principais responsáveis pela fiscalização dos condutores, tanto nas cidades quanto nas estradas

Multas – Você sabia que existem diferentes multas e agravantes por excesso de velocidade? Entenda:

  • Média: Quando a velocidade for superior à máxima em até 20%, a infração é média, com perna de quatro pontos na carteira de habilitação e multa de R$ 130,16;
  • Grave: Quando a velocidade é superior à máxima em mais de 20% até  50%, a penalidade é grave, com perda de cinco pontos na CNH e multa de R$ 195,23;
  • Gravíssima: Quando a velocidade excede em mais de 50% o limite permitido, a infração é gravíssima e o motorista perde sete pontos. A multa é de R$ 293,47 (com fator multiplicador), suspensão imediata do direito de dirigir e apreensão do documento de habilitação.

 

Dicas para um trânsito mais seguro

O trânsito é construído diariamente por todos os cidadãos: motoristas, pedestres, ciclistas. Para melhor harmonia e redução da violência no tráfego, é fundamental respeitar as leis e estar atento a dicas valiosas:

  • Se for dirigir, não beba; e se beber, não dirija;
  • Use sempre os acessórios para segurança;
  • Faça revisões regularmente em seu veículo;
  • Não faça ultrapassagens nem manobras proibidas ou que possam causar riscos a você e a outras pessoas;
  • Respeite os limites de velocidade e evite correr;
  • Mantenha uma distância confortável do veículo à frente.
Sobre o projeto
Enquanto o Estado e gestores públicos não acabam com a violência instaurada no País, o que resta ao cidadão? A proposta do portal "Violência Social" é contribuir com respostas, ser um canal de conteúdo estratégico onde a população terá informações sobre como lidar com a violência e se defender, além de conhecer melhor os seus direitos.